Qual a diferença entre seguro saúde e plano de saúde?

O benefício de saúde tem se tornado cada vez mais uma escolha para as empresas que desejam cuidar e ofertar algo a mais para os seus colaboradores. Pesquisas mostram que cerca de 75% das empresas brasileiras oferecem planos de saúde como o principal benefício. É importante oferecer suporte aos colaboradores, já que os serviços de saúde pública no país são precários, burocráticos e os atendimentos podem demorar muito ou mesmo nem acontecer em tempo hábil ou com a qualidade necessária.

Por esses motivos, e pelo fato de a saúde ser uma grande preocupação da população, que cerca de 74,6% dos brasileiros consideram a assistência médica como o benefício mais importante em uma oferta de emprego. Os dados foram obtidos na Pesquisa dos Profissionais Brasileiros da Catho. Para atrair e reter talentos profissionais, aumentar os níveis de produtividade, diminuir custos, aumentar a rentabilidade, promover satisfação e criação de vínculo com a organização que hoje os benefícios em saúde fazem parte do mundo corporativo.

Afinal, um estudo realizado pelo Institute for Health and Productivity Studies, dos Estados Unidos, verificou que as companhias brasileiras chegam a perder 42 bilhões de reais/ano, o equivalente a 3% do Produto Interno Bruto, devido à presença de funcionários doentes e/ou apresentando falta de rendimento nas suas atividades. Investir em pessoas, é uma verdadeira estratégia para as empresas que desejam obter sucesso.

E afinal, o que se deve oferecer aos colaboradores, seguro saúde ou plano de saúde? Qual a diferença entre esses benefícios? Confira neste artigo.

O que é o seguro saúde?

O seguro saúde é uma opção de atendimento privado, oferecido por seguradoras e operadoras de saúde. Nessa modalidade há uma apólice que determina quais os tipos de serviços médicos hospitalares são ofertados ao usuário. Há um tipo específico de saúde, chamado de seguro viagem. Ele serve para viagens nacionais e internacionais e nesses caso o usuário tem garantido todo o reembolso com despesas médico-hospitalares no local em que ele estiver.

O que é o plano de saúde?

O plano de saúde é um serviço oferecido por instituições privadas chamadas de operadoras de saúde. Nele, são ofertados aos clientes atendimento médico e hospitalar. A ANS, Agência Nacional de Saúde, regulamenta as leis que regem as operadoras e definem os tipos de cobertura, serviços e demais detalhes relativos aos planos de saúde. Já são hoje mais de 2000 operadoras em todo o Brasil.

De acordo com Flávio Wanderley, presidente da seccional Nordeste da Associação Brasileira de Medicina de Grupo e dirigente da Santa Clara Planos de Saúde, a verticalização do serviço é uma vantagem aos consumidores de plano de saúde. “A empresa tem a responsabilidade acerca de todo processo de atendimento e administra os custos e funcionários com mais qualidade. O acompanhamento é feito desde o produto inicial até a prestação de serviços”, conta.

A grande vantagem do plano de saúde é possibilitar acesso a um preço mais acessível a diversos serviços médicos e hospitalares. Acesso esses, que seria inviável se o cliente pagasse integralmente as consultas, exames, cirurgias e internação hospitalar. Por um valor fixo mensal, o usuário pode usufruir dos atendimentos cobertos pelo seu plano.  

Qual é diferença entre eles?

Os dois benefícios funcionam de maneira muito semelhante. O cliente tem a opção de contratar um plano individual ou familiar e escolher um tipo de cobertura. Entre eles, há cinco opções:

A grande diferença é que o seguro saúde permite que o cliente escolha os médicos, hospitais e laboratórios que deseja atendimento, já que não há uma rede credenciada limitada. Assim, se pode escolher os médicos de confiança e os locais de preferência. Enquanto isso, o plano de saúde possui uma rede credenciada limitada, mesmo que ela seja ampla, o cliente deve escolher médicos e hospitais vinculados para ser atendido. Há planos que reembolsam o usuário, caso ele seja atendido por médicos ou locais não credenciados.

Conclusão

O seguro saúde e o plano de saúde são serviços importantes para os colaboradores de uma empresa, já que a saúde pública no país é ainda tão precária. Ter esses benefícios ajudam a manter a satisfação, os cuidados e a produtividade em alta. Muitos fatores podem interferir na produtividade, insatisfação, estresse, desmotivação e falta de reconhecimento são alguns exemplos. Um bom pacote de benefícios pode resolver muitos problemas enfrentados pela gestão de pessoas e garantir à empresa retorno em produtividade e rentabilidade.

De acordo com as pesquisas da Glassdoor, 3 em 5 pessoas, o que corresponde a 57% da força de trabalho, afirmam que benefícios e vantagens oferecidas pelas empresas estão entre os principais fatores de decisão por uma posição de emprego. A mesma pesquisa comprovou que 4 entre 5 pessoas preferem novas vantagens a aumento de salário.

Cyntia Montgomery, professora de Administração de Empresas da Harvard Business School, centro de ensino mais conceituado do mundo no setor, afirma que investir em pessoas é uma das fontes de investimento mais importantes para que uma empresa seja bem-sucedida.

O investimento em saúde, é uma maneira eficiente e necessária de cuidar das pessoas no ambiente corporativo. Então, que tal fazer um plano ou um seguro saúde agora mesmo para os seus colaboradores? Converse com a Vertex, ajudaremos você a escolher a melhor opção para a sua empresa.

 

Este artigo foi escrito por Vertex Seguros

31 3280-7000

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d