As maiores dificuldades do setor de RH – e como resolvê-las

Todos os dias os gestores de Recursos Humanos (RH) enfrentam inúmeros desafios. Lidar com pessoas compreende muitas variáveis e dificuldades. De questões legais à promoção de saúde e bem-estar há muito para fazer. É preciso realizar funções como planejamento, recrutamento, assessorar as gerências e diretorias, fazer recomendação de atitudes aos colaboradores e ainda fazer o controle da produtividade.

A Gestão de Pessoas impacta diretamente no desempenho de todos os setores da empresa. Por isso há a grande responsabilidade em manter um bom ambiente de trabalho, um clima agradável entre os colaboradores e consequentemente cuidar para manter a satisfação e a motivação das pessoas.

As ações definidas pelos gestores de RH alteram também positivamente ou negativamente importantes indicadores corporativos como: índices de absenteísmo e presenteísmo, níveis de insatisfação e turnover, status do clima organizacional e muito mais. Todos estes índices estão inter-relacionados e como uma reação em cadeia, um fator que decai, quantitativamente ou qualitativamente, impacta todos outros.

São muitas as responsabilidades e desafios não é mesmo? Neste artigo vamos enumerar as principais dificuldades e propor as melhores soluções para você resolvê-las. Para assim trazer fluidez e bons resultados a sua gestão! Acompanhe com a gente!

Dificuldade: recrutamento de novos colaboradores

Saber selecionar bem os funcionários para preencher as equipes é o que a empresa espera do setor de Recursos Humanos. E neste momento é preciso muita atenção para se fazer boas escolhas. O grande desafio é buscar talentos e profissionais que tenham mais que o perfil da vaga, que tenham afinidade com a empresa. Uma dificuldade no recrutamento é a falta de tempo: com muitas atribulações, os profissionais de RH enfrentam a correria para conseguir fazer um processo seletivo. Além deste desafio inicial, ainda é preciso posteriormente, treinar, integrar e motivar este novo membro da corporação.

Solução: Em tempos de crise, mesmo remunerações baixas têm atraído as pessoas. Então, saber filtrar bem os currículos é o primeiro passo. Lembre-se que a pressa pode ser uma inimiga do processo e resultar em um rápido turnover. Por isto, um processo seletivo feito em várias etapas, é geralmente mais assertivo. Algumas empresas vêm inovando e realizando a etapa inicial de seleção pela internet através de testes e perguntas. As etapas sucessivas devem ser feitas de forma prática, com desafios que permitam avaliar as capacidades de liderança, de criatividade e de trabalho sobre pressão. Lembre-se também de avaliar a inteligência emocional do candidato. Existem empresas que dividem os participantes em grupo e pedem estudos de caso, montagem de projetos ou até mesmo realizam jogos corporativos. É importante também deixar bem claro qual será a remuneração, os benefícios disponíveis, as funções que serão exercidas e quais são os ideais da empresa. Busque pessoas que se identifiquem e se comprometam com os objetivos da companhia.

Dificuldade: gerir e reter talentos

Após o recrutamento é preciso gerir os novos talentos e principalmente retê-los. De nada adianta encontrar um profissional excelente e perdê-lo em pouco tempo. O desafio aqui encontra-se em proporcionar boas condições de trabalho, benefícios e um clima organizacional favorável ao novo colaborador. Estes aspectos, isoladamente, já compreendem dificuldades para a gestão de pessoas. Contudo, lembre-se que se os talentos atenderem as expectativas e auxiliarem a empresa na conquista de resultados, o setor de RH ganhará credibilidade e reconhecimento. Então, veja as soluções para esta dificuldade.

Solução: proporcionar apoio ao novo colaborador, oferecer recursos e insumos para que ele desenvolva o seu trabalho, proporcionar qualidade de vida, cuidados de saúde, flexibilidade e fazer uso do feedback como ferramenta para motivá-lo a crescer.

Dificuldade: saúde dos colaboradores e manutenção do bem-estar

A falta de saúde do colaborador é uma grande dificuldade para o setor de RH. Funcionários doentes acabam produzindo menos, faltando com frequência e sentem-se insatisfeitos rapidamente. Assim, prejudicam toda a equipe e a estrutura organizacional. Portanto, para manter o bem-estar é preciso desenvolver boas ações de saúde, contar com um bom plano de saúde e cuidar do clima dentro da empresa.

Solução: Mostrar para a empresa o retorno em produtividade, desempenho e lucratividade que os investimentos em saúde trazem. E então, investir em um bom plano de saúde e em ações que promovam hábitos de vida saudáveis. Além disto, é importante cuidar da integração das equipes e dos relacionamentos entre os colaboradores. Veja mais no próximo tópico.

Dificuldade: bom clima dentro do negócio

O Jornal Valor publicou uma pesquisa demonstrando no Brasil, seis em cada dez pessoas dão mais valor a um bom ambiente de trabalho e 54% consideram que trabalhar com colegas agradáveis é mais importante do que receber bons salários. Portanto, manter um bom clima no ambiente de trabalho é vital. E é aí que mora uma das maiores dificuldades da gestão de pessoas. Afinal, aqui são múltiplas as variáveis. Em primeiro lugar, os recursos, ou seja, as pessoas estão alocadas em outros setores da empresa. E são então submetidas à diferentes lideranças e condições de trabalho. Muitas empresas enfrentam o problema de líderes despreparados, que conduzem a equipe de forma arbitrária e estimulam aspectos negativos como a competição interna. Por mais que os gestores de RH orientem sobre a importância da união e do trabalho em equipe nem sempre as orientações são seguidas. E por fim, há as próprias condições de trabalho, em que as vezes faltam equipamentos, condições ergonômicas e mobiliários adequados.

Solução: conscientizar os gestores o quanto os colaboradores valorizam o clima organizacional e mostrar como isto impacta na satisfação e na produtividade. Buscar alternativas que tornem o clima organizacional mais amigável como: momentos de pausa e descontração entre os funcionários; praticar gentileza, elogiar e comemorar resultados. Proporcionar condições adequadas de ergonomia e mostrar a empresa que isto é exigido por lei (conforme, por exemplo, a Norma Regulamentadora número 17 – NR-17). Promover melhorias no ambiente de trabalho como mobiliários confortáveis, boas condições de iluminação, ventilação e construir espaços para integração e descontração da equipe.

Conclusão

Há muitas questões que imprimem desafios ao cotidiano do setor de Recursos Humanos. O gestor de pessoas possui muitas responsabilidades e há grande expectativa por parte das empresas em suas ações. E além do mais, há muita cobrança, pois o desempenho dos colaboradores impacta diretamente na rentabilidade da empresa e seus níveis de crescimento.

Enfim, são muitas dificuldades, mas felizmente há também inúmeras soluções. É preciso implantar medidas assertivas e que proporcionem retorno do investimento (ROI). Podemos assim, começar pelo vital, ou seja, a saúde e o bem-estar dos colaboradores.

Quer sanar esta dificuldade e resolver este problema em sua empresa? Então converse com a Vertex, nós podemos lhe ajudar a fazer as melhores escolhas de planos de saúde para seus colaboradores!

Este artigo foi escrito por Vertex Seguros

31 3280-7000

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d