Entenda porque é importante fazer a integração na empresa

O sonho de toda empresa é ter uma equipe que “veste a camisa” e busca diariamente desempenhar bem suas tarefas para alcançar os objetivos da empresa. Sabemos o quanto a satisfação e o comprometimento dos colaboradores contribui para este cenário ideal. Colaboradores motivados impulsionam o crescimento do negócio e elevam o patamar competitivo. Este é um grande diferencial que torna a empresa uma autoridade em seu mercado.

Conquistar um nível adequado de empenho do colaborador com a empresa é um grande desafio. Esta lealdade começa quando o funcionário compreende e se identifica com os ideais da empresa. Em resumo, a atitude fundamental, consiste em adotar a integração empresa/colaborador como uma estratégia.

Para realizar esta integração é preciso cuidar, acolher e incentivar os novos colaboradores. Entenda neste artigo como realizar esta integração e porque ela é tão importante! Acompanhe com a gente!

Afinal, o que é o processo de integração?

A palavra integração vem do latim “integrare” e tem como significado “tornar inteiro” e como sinônimos as palavras reunião e assimilação. Portanto, a partir destes aspectos podemos compreender que o processo de integração é aquele que ajuda o novo funcionário a assimilar o seu novo ambiente corporativo, sua nova função, os novos colegas de trabalho, ou seja, assimilar o novo mundo ao qual ele está se inserindo. A integração vem também reunir todas as informações que o novo colaborador precisa saber para iniciar suas atividades. Entenda como realizar uma boa integração, logo abaixo.

Dicas para realizar um processo de integração eficiente

A integração é uma ambientação, um acolhimento. Imagine-se no lugar daquele novo colaborador: você acabou de vencer um processo seletivo e enfrentará agora um local que você não conhece, trabalhará com pessoas que você nunca viu e estará sob regras e uma cultura nova. De agora em diante você passará horas de seu dia neste local. Precisa aprender, se adaptar, interagir com os novos colegas e produzir, pois passará um período de “avaliação” constante. O que você precisará saber? Quem precisará conhecer? Vamos citar alguns aspectos relevantes que devem ser passados ao novo funcionário:

Estas informações podem ser passadas de diferentes formas:

Independentemente da metodologia escolhida, o novo colaborador precisa sentir-se inteirado e de fato parte da empresa. Prepare uma integração que seja condizente com as necessidades diárias da empresa e do cargo que o colaborador irá exercer. Por isto, individualize o treinamento, adapte-o ao nível do colaborador, ao que ele precisa conhecer. Veja quais informações são necessárias para que ele desempenhe suas funções. A fala tem de ser de fácil entendimento e tangível. Se possível, use recursos lúdicos, vídeos e frases motivadoras que criam vínculos emocionais

Uma boa dica é promover um ambiente receptivo. Indique alguém que seja agradável, tenha disposição e boa vontade para “apadrinhar” o novo colaborador e ficar dando suporte sempre que ele precisar. Isso o deixará mais confortável perante a sua nova equipe.

Para você se organizar, outra dica é montar um plano de ação para o treinamento de novos funcionários, contendo um checklist com as ações que você precisará realizar sempre que chegar um novato.  

Quais são os objetivos da integração?

O objetivo primordial do processo é fazer o funcionário se sentir parte da empresa, ou seja, se sentir acolhido, tranquilo, seguro e apto a iniciar suas atividades. Promover isso ao novo colaborador retira a tensão inicial, os temores e assim alavanca a produtividade.

Outro grande objetivo é fazer o funcionário se identificar com os objetivos da empresa. Afinal, a motivação de se trabalhar em algo que se acredita, que faz sentido proporciona satisfação e bom desempenho de uma maneira natural. Luís Edmundo Rosa, diretor de Educação da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH), diz que é preciso dar um sentido para o que se faz: “O funcionário tem que acreditar. Ninguém vai ficar feliz em produzir coisas que não são boas para as pessoas, sobre as quais se teria vergonha de comentar com os amigos”.

Chamado também de onboarding, a integração cria senso de envolvimento e pertencimento por parte do colaborador com a empresa. Criar comportamentos desejáveis também se faz um objetivo, a integração com caráter de treinamento fornece as diretrizes adequadas para que o funcionário se comporte adequadamente. Desde o início são retirados vícios de atitudes e assim há um direcionamento claro acerca do que se espera do funcionário.

Vantagens de uma integração bem-feita

Uma grande vantagem é a redução do tempo de adaptação do novo colaborador ao seu novo ambiente de trabalho, permitindo que desde o início haja uma boa produtividade e motivação. A intenção é que o quanto antes o funcionário dê o retorno esperado para a empresa e sinta-se satisfeito por desempenhar um bom trabalho.

Uma boa integração gera impacto positivo para todos, o setor de Recursos Humanos poupa tempo, prevenindo dúvidas primárias e já introduz o trabalhador a sua função de uma maneira efetiva. A empresa ganha um colaborador que atende suas necessidades rapidamente. E o colaborador, por sua vez, tem a disposição toda a infraestrutura para desempenhar bem sua função. Cria-se um laço importante entre empregado e empregador. Isso evita que o colaborador já comece sem vínculo, sem afinidade e que esteja presente apenas fisicamente.

Outra vantagem é que o processo de integração pode ser feito de modo simples, rápido, prático e sem custos. A integração de novos colaboradores é uma estratégia simples, mas de grande valia para empresa. Em pouco tempo cria comportamento desejáveis, traz resultados positivos, promove a satisfação e o vínculo entre o funcionário e a empresa.

O colaborador é o recurso mais valioso de uma empresa. Ter uma equipe de qualidade é o que faz a diferença em um mercado cada vez mais competitivo. Portanto, invista sempre no cuidado com as pessoas, isto fará toda a diferença para uma gestão de Recursos Humanos eficiente.

Investir em pessoas é uma das fontes de investimento mais importantes para que uma empresa seja bem-sucedida. Cyntia Montgomery, professora de Administração de Empresas da Harvard Business School, centro de ensino mais conceituado do mundo no setor, realizou uma extensa pesquisa na qual constatou que: “esse tipo de investimento deve ser priorizado até mesmo aos gastos com publicidade e propaganda e melhora do preço do produto ofertado”. Portanto, integre e cuide de seus colaboradores sempre.

E que tal começar este investimento em pessoas, cuidando da saúde de sua equipe? Converse com a Vertex! Temos as melhores opções de planos de saúde para a sua empresa!

Este artigo foi escrito por Vertex Seguros

31 3280-7000

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d