Primeiros socorros saiba se a empresa pode disponibilizar remédios para os colaboradores

Nunca se sabe quando irá ocorrer uma emergência de saúde com os colaboradores da empresa ou mesmo quando algum funcionário irá se sentir mal e precisará ser medicado. No intuito de cuidar de sua equipe e de ter recursos para situações inusitadas, muitas empresas optam por ter à disposição alguns medicamentos. Normalmente, tratam-se de medicamentos de uso comum: antitérmicos, remédios para dor de cabeça, comprimidos substâncias para evitar ou controlar enjoos e vômitos, remédio para amenizar a dor de estômago, antiácidos para azia e medicamentos para dor em geral.

É muito comum também, que além da “caixinha de medicamentos”, algumas empresas disponibilizem também um kit de primeiros socorros, contendo curativos, termômetros e outros itens. O intuito é socorrer os funcionários em casos de acidentes ou de emergências.

A atitude de disponibilizar remédios para os colaboradores parece ser muito benéfica e até mesmo por uma causa nobre. Contudo, será que é uma conduta permitida por lei? E o Kit de primeiros socorros? É permitido ou é exigido por lei? Bom, cuidar dos colaboradores é essencial, mas é preciso que a empresa faça isto com consciência e de maneira correta. Então, confira o nosso artigo de hoje e entenda como agir em emergências! Acompanhe com a gente!

A minha empresa pode disponibilizar medicamentos para os funcionários?

A resposta mais adequada sobre a questão de disponibilizar remédios seria não, a empresa não pode adotar esta conduta! Por mais que pareça uma excelente opção para o funcionário e para a imagem da empresa, além de ser ilegal, a disponibilização de medicamentos pode trazer graves consequências.

E nós explicaremos o porquê com uma situação prática. Então, imagine a seguinte situação: um funcionário está com febre, pede um remédio. O responsável pelo kit de medicamentos pega um comprimido a base de dipirona e entrega para o colaborador doente e ele o ingere. Pouco tempo depois, o funcionário começa a desenvolver uma reação alérgica e passa muito mal e precisa ser hospitalizado. O funcionário pode melhorar ou pode ir a óbito. Em ambos os casos, a empresa pode ser responsabilizada e precisará arcar legalmente com as despesas e até mesmo com indenizações.

Afinal, o ato de fornecer a medicação para um colaborador fere o Código Penal, pois no artigo 282 está previsto que: “quem exerce a função de um médico sem autorização, pode sofrer detenção de 6 meses a 2 anos”. No Brasil, apenas profissionais da área de saúde podem prescrever e recomendar medicamentos. Então, a única forma legal de se ter medicamentos na empresa é se empresa tiver um ambulatório com um médico responsável. E assim, este profissional prescreverá e passará corretamente a medicação.

O ato de ter uma caixa de medicamentos na empresa, sem um médico responsável, infelizmente incentiva as pessoas a se automedicarem. A automedicação é muito criticada pela classe médica, pelo Ministério da Saúde e até mesmo penalizada pela legislação. E a razão disto, está no fato que tomar medicamentos por conta própria e sem orientações médicas pode mascar sintomas de condições de saúde mais graves ou pode atrapalhar o diagnóstico médico. Além disto, os remédios podem ter efeitos colaterais ou até mesmo efeitos negativos, se usados, incorretamente.

Kit de primeiros socorros: posso ter ou devo ter?

A resposta para esta questão, se encontra no item 7.5.1 da norma regulamentadora número 7 (NR-7) que diz: “todo o estabelecimento deve ser equipado com material necessário à prestação de primeiros socorros. Considerando-se as características próprias da atividade desenvolvida. ”. Portanto, você pode e deve ter na sua empresa um kit de primeiros socorros completo. A NR-7 tem como temática o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), com o objetivo de promoção e preservação da saúde do conjunto dos seus trabalhadores.

O que deve conter num kit de primeiros socorros?

Agora que você já sabe que você já sabe que ter o kit de primeiros socorros é uma obrigação, conheça quais os itens que ele deve conter:

Além disso, é preciso ter também materiais para fazer curativos, conforme a lista abaixo:

Como ele deve ser disponibilizado?

O kit de primeiros socorros deve estar em um local de fácil acesso, mas sob a supervisão de um profissional treinado para este fim. Então, o responsável, irá prover a ajuda necessária e atenderá adequadamente o colaborador quando houver necessidade. Vale lembrar, que é importante manter os itens de primeiros-socorros sempre abastecidos. Após o uso, reponha o mais rápido possível, para que em casos de emergência não falte para ninguém que precisar.

Conclusão

Promover cuidados de saúde e bem-estar para os funcionários é fundamental. Afinal, a qualidade de vida no trabalho está intimamente correlacionada a altos níveis de satisfação e produtividade. Outro fator importante, é a promoção de segurança no ambiente de trabalho.

Entretanto, por mais que se invista em equipamentos de proteção individual, em treinamentos para evitar acidentes de trabalho e em ergonomia, as vezes, emergências e acidentes acontecem. Como vimos, a empresa pode e deve ter um kit de primeiros socorros a disposição para prestar a assistência inicial ao colaborador. Posteriormente é indicado que o a pessoa procure um serviço médico e/ou hospitalar para dar sequência ao tratamento. Tal atitude pode fazer toda a diferença e até mesmo salvar uma vida ou evitar complicações. Contudo, socorrer é diferente de medicar. A legislação exige que haja material disponível para os primeiros-socorros, mas proíbe a medicação sem orientação médica.

A melhor opção e a mais segura para a empresa ajudar a cuidar da saúde do funcionário é mesmo indicar que ele procure ajuda médica. E nestas horas, é importante, contar com um plano de saúde que atenda às necessidades dos colaboradores.

Então, que tal escolher o plano de saúde com melhor custo benefício para a sua empresa? Converse com a Vertex, nós iremos lhe ajudar!

Aproveite para seguir a gente nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades que preparamos sempre para você!

Este artigo foi escrito por Vertex Seguros

31 3280-7000

[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d